quinta-feira, 7 de agosto de 2008

A única certeza que tenho, e que não tenho certeza alguma...


Sonhos, para que eles servem? Para deixarem qualquer coisa que seja diferente daquele sonho, meio assim, fora de cena?
“Não se esqueça daquela garota, espontânea e cheia de sonhos que você era”
Sinal? Pode ser que tenha sido um sinal, há algum tempo ando refletindo sobre o caminho que estava seguindo, e pasmem, acho que me distanciei muito da pessoa que sempre fui e esqueci-me da garotinha que ouvia The Doors e só tomava vinho. Porem, melhoras evidentes se tornaram claras, contudo, sonhos foram perdidos no espaço da necessidade de viver.
Tenho certeza de que não precisava perder tudo e tão rápido.
Estou recuperando os pedaços, os pedaços da minha paixão, os pedaços da vidinha que eu sonhava para mim.
A saudade continua aqui intacta, a vida e feita disso, pois não?
Problema e quando ela toma a maior parte do tempo, como e meu caso, estou tentando escrever novas historias, mas as antigas ainda tomam grande parte da minha vida. Sempre me gabei de ser desprendida, mas chega uma hora que todas as pessoas importantes, se tornaram importantes por que o tempo com elas era curto demais. Ainda bem que elas souberam ser únicas, claro. Mas, precisava de novas e mais novas...
Penso se não estou me iludindo, se a vida por aqueles lados de la foi inesquecível por que eu sabia que passaria rápido, tento me lembrar como me sentia antes de saber das mudanças, porem o sentimento mais forte e sempre o dos últimos dias.
Há um ano eu já sabia onde ia parar, eu já sabia que logo estaria por aqui.
Há um ano eu decidi tomar jeito na minha vida, parar de ser garota, de sonhar...
Há um ano eu ganhei uma família nova, mais unida, ganhei uma nova Irma, alem das duas que tenho.
Há um ano ganhei mais beleza, mais personalidade.
Ou eu sempre fui desse jeito?
Na verdade, eu sempre fui, e eu sempre serei...
E nada daquilo que eu queria me tornar e real, pois eu sou assim. Vou ser assim.
Não há formatos e, que eu caiba.
Única
Como todo mundo e único.
P.S.: O meu negocio e criar.

3 comentários:

TELMA GUEDES disse...

Adorei o q vc escreveu finalizando com o meu negocio é criar...o meu tambem! um abraço, Telma

Viví disse...

oie, Se você gosta de uma moda fofa, estampada e cheia de estilo venha nos conhecer! Temos vestidinhos e umas sapatilhas lindas!

http://vivimodaexclusiva.blogspot.com/

Equipe Viví

Ana Paula Secco disse...

Ameiii o texto