quinta-feira, 5 de junho de 2008

Uma musica...


As musicas falam mais por nos e nossos sentimentos que nos mesmos. Uma musica e mais que letra e melodia. Há musicas que nos lembram aquele dia na infância, final de tarde, correndo na pracinha com os amigos. Há aquelas musicas que nos lembram as primeiras perdas. Há aquela que lembra à primeira distancia. Há aquela que lembra a primeira paixão, o primeiro beijo, os bilhetes trocados. Outras, que lembram as tardes de coreografia com as amigas. Há aquelas musicas que não queríamos lembrar, e olhe o poder, elas grudam na nossa cabeça. Há aquelas que lembram as férias acampando, os lugares conhecidos, aquelas que lembram as primeiras idas a Brasília.
E então, entram as primeiras baladas, você cresce um pouco, as paixões ficam mais intensas, os amigos mais unidos. Musica passa a ser tema de honra. Musica passa a ser o bater da saudade. Musica fala por você.
E de repente, ate você mesmo já esta compondo sua trilha sonora, ou estão criando para você (sempre tive queda por músicos). Então, as musicas passaram a fazer parte de sua vida como se fossem pessoas de carne e osso que passaram por ela.
Há musicas que marcaram momentos únicos e essas são as piores a serem escutadas, por que batem fundo. Há musicas que lembram pessoas únicas, e te transportam para perto delas. Há musicas que tocaram exatamente na hora certa e outras na hora errada. Há musicas alegres que tocaram na hora da decepção, e ninguém entende por que você acha aquela musica felizinha a coisa mais triste do mundo.
Há musicas que lembram aquele namorado mala, a outras que lembram aquele perfeito. Há musica de pegação e musica de romance. Há musicas que lembram aquele cara que você sabia que não daria certo, mas teimou no erro, e também, musicas para aquele que os dois eram sinceros demais. Musicas para aquele que não quis tentar, musicas para aquele que sumiu, musicas para aquele que você não quis mais e musicas para aquele que teve medo de se apaixonar.
Há também aquela situação, constrangedora ou não, em que os dois que não queriam se apaixonar se encontram, não sabem mais o que dizer um ao outro, e então toca a musica de vocês, toca aquela musica, e ai não adianta dizer que não.
Há musicas que lembram as confusões com as amigas, que lembram as caminhadas sem rumo pelo Lago Sul. Musicas que lembram que nosso mundo foi abduzido por Ets. Musicas que lembram dias de um verão sem fim. Musicas que lembram o fim de noite. Musicas que lembram as decepções de suas amigas, musicas que lembram e lembram.
Musica fala por si só, musica não precisa de explicação, e não há gosto que resista a uma musica com jeitinho de alguém.

Um comentário:

Barbara disse...

Eh musicas fazem parte mesmo...
tem vezes q uma musica lembra coisas totalmente diferentes...
enfim o melhor foi o do et hahahaha

bjaaaaaaao=**